Equilibrare estará no 1º Congresso Internacional de Prática Integrativas e Complementares e Saúde Publica.

2018-02-28T15:45:12+00:00

1º Congresso Internacional de Prática Integrativas e Complementares e Saúde Publica

O Ministério da Saúde, ao promover o I CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES E SAÚDE PÚBLICA tem a honra de acolher e apoiar o III CONGRESSO INTERNACIONAL DE AYURVEDA, ambos a serem realizados no Rio de Janeiro, no período de 12 a 15 de março de 2018. Os eventos buscam propiciar fóruns de discussão internacionais para integração e troca de experiências entre os profissionais e gestores das diversas práticas integrativas, do Brasil e de outros países. Espera-se participação efetiva de profissionais e docentes de saúde, gestores, representantes de organismos internacionais e outros ligados às práticas integrativas e complementares em saúde (PICS). A divulgação do local de realização do Congresso ocorrerá em breve.

As apresentações programadas contarão com nomes de referência no cenário internacional das PICS, confirmada a participação de representantes de instituições renomadas – como a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização Panamericana de Saúde (OPAS) – e de inúmeros países que atuam e/ou têm interesse na utilização e propagação dessas práticas nos sistemas nacionais de saúde.

NORMAS DE INSCRIÇÕES DE TRABALHOS E PREMIAÇÃO

O 1º Congresso Internacional de Práticas Integrativas e Complementares e Saúde Pública (INTERCONGREPICS), a ser realizado de 12 a 15 de março de 2018, na cidade do Rio de Janeiro, tem por objetivo ampliar o debate sobre a utilização e propagação das práticas integrativas e complementares (PICS) nos Sistemas Nacionais de Saúde, aprofundar os conhecimentos e discutir os avanços de suas incorporações. Uma das maneiras de se garantir esses objetivos é através da inscrição de trabalhos nas modalidades pesquisa científica e relato de experiência. Espera-se que trabalhadores e gestores que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) do Brasil e em sistemas nacionais de saúde de outros países, docentes, pesquisadores, membros do Poder Legislativo, profissionais da área de saúde, educadores populares, integrantes de comunidades tradicionais, e estudantes da área de saúde e/ou das PICS participem do INTERCONGREPICS.

O evento, realizado pelo Ministério da Saúde, não terá cobrança de inscrição. Por isso, os interessados – nacionais e estrangeiros – deverão atender aos perfis e critérios de participação descritos no site e nestas normas, pois somente os cadastrados com inscrições homologadas participarão do INTERCONGREPICS. REGRAS GERAIS SOBRE O CADASTRO E INSCRIÇÕES

O cadastramento para o INTERCONGREPICS será efetuado por meio do preenchimento do formulário online aberto no site do evento a partir de 15 de janeiro de 2018, o qual complementará os dados registrados no período de pré-cadastramento feito por meio de formulário disponibilizado anteriormente. Considerando o limite de participantes definido para o evento, será realizada a homologação das inscrições pela Comissão Organizadora do INTERCONGREPICS após análise do cadastro online efetuado e conforme perfis e critérios prioritários divulgados.

CRITÉRIOS PRIORITÁRIOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE INSCRIÇÃO

Considerando o limite de participantes para o INTERCONGREPICS, a homologação das inscrições somente ocorrerá após análise dos cadastros efetuados, tendo por base os critérios listados abaixo em escala decrescente de prioridade:

1. Autores de trabalhos (pesquisa científica e/ou relato de experiência), nacionais e/ou estrangeiros, submetidos ao Congresso e aprovados pela Comissão Científica do INTERCONGREPICS;

2. Gestores que atuam como referências estaduais/municipais das PICS, envolvidos na implantação e/ou implementação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS (PNPIC) em seus estados e/ou municípios;

3. Docentes e pesquisadores, nacionais e/ou estrangeiros, das diversas práticas integrativas;

4. Membros do Poder Legislativo, das esferas Federal, Estadual e Municipal, que atuam na regulamentação das PICS.

5. Profissionais e gestores que atuem no SUS ou em sistemas nacionais de saúde de outros países;

6. Profissionais das diversas práticas integrativas, nacionais e/ou estrangeiros, autônomos ou com atuação em instituições privadas;

7. Educadores populares e/ou integrantes de comunidades tradicionais nacionais e/ou estrangeiros.

8. Estudantes da área da saúde e/ou das diversas práticas integrativas, nacionais e/ou estrangeiros. CERTIFICADOS A emissão de certificados será feita através do sistema de gestão do evento e estará condicionados a participar.

Para saber mais informações acesse o site clicando AQUI.